Resíduos Radioativos instalação nuclear

‘The Guardian’ revela vazamento de resíduos radioativos na ‘instalação nuclear mais perigosa da Europa’

Resíduos Radioativos instalação nuclear

Sputnik – Sellafield, considerada a instalação nuclear mais perigosa da Europa, desenvolveu um vazamento em um enorme silo de resíduos radioativos que tem suscitado preocupações sobre as medidas de segurança da instalação, bem como potenciais perigos para a população e para o ambiente, relata o The Guardian.

A usina de 6 km², localizada em Cumbria, no noroeste da Inglaterra, é o local de armazenamento e descomissionamento de resíduos nucleares de programas de armas nucleares e geração de energia.

A instalação anteriormente foi usada para produzir energia nuclear de 1956 a 2003.

No entanto, Sellafield é a maior instalação nuclear da Europa, tem um registro de problemas de segurança, disse o jornal, incluindo amianto e riscos de incêndio. Porém, mais preocupantes são as fissuras nos silos de armazenamento que provocaram disputas diplomáticas com os países afetados, incluindo os EUA, a Noruega e a Irlanda.

Danos a um silo de resíduos radioativos tóxicos causaram um vazamento de “consequências potencialmente significativas”, disse o jornal britânico, citando documentos oficiais analisados. Acrescenta-se que o vazamento, que, de acordo com a mídia, pode continuar até 2050, pode contaminar as águas subterrâneas em caso de a situação piorar ainda mais.

Resíduos Radioativos instalação nuclear

Um relatório da UE de 2001 advertia que um acidente em Sellafield poderia ser mais perigoso do que o do desastre de Chernobyl em 1986, que expôs cerca de cinco milhões de pessoas na Europa à radiação. Sellafield contém substancialmente mais material radioativo do que a instalação de Chernobyl na época.

Fonte: B247.

Conteúdos Relacionados

Alentejo Central Reciclagem

Associação de Municípios do Alentejo Central recicla mais 200 toneladas de lixo em 2023

O Sistema Separar sem Parar, de recolha seletiva porta-a-porta, reciclou em 2023, um total de 1.850 toneladas, ou seja, mais 200 toneladas de resíduos do que em 2022. Os resíduos foram recolhidos nos concelhos alentejanos de Alvito, Cuba, Portel, Viana do Alentejo e Vidigueira e, posteriormente foram entregues para tratamento na Estação de Triagem de Vila Ruiva, cuja exploração é da responsabilidade da AMCAL.

Leia mais »